Ex-presidente do parlamento britânico abandona Partido Conservador e critica Johnson

Ex-presidente do parlamento britânico abandona Partido Conservador e critica Johnson

Sob o mandato de Johnson, o Partido Conservador se tornou "reacionário, populista, nacionalista e às vezes xenófobo", disse Bercow, de 58 anos

AFP

Bercow se afiliou aos conservadores aos 17 anos, e foi deputado conservador durante 12 anos

publicidade

O ex-presidente da Câmara dos Comuns britânica, John Bercow, anunciou neste domingo que abandonou o Partido Conservador e lançou violentas críticas ao primeiro-ministro Boris Johnson, cujo partido, segundo ele, se tornou "reacionário" e "xenófobo".

Sob o mandato de Johnson, o Partido Conservador se tornou "reacionário, populista, nacionalista e às vezes xenófobo", disse Bercow, de 58 anos, em uma entrevista ao jornal The Observer.

Bercow se afiliou aos conservadores aos 17 anos, e foi deputado conservador durante 12 anos. Em 2009, foi eleito presidente da Câmara Baixa do parlamento e deixou de estar afiliado a nenhum partido, como é comum.

Após deixar o cargo em outubro de 2019, neste domingo anunciou que se uniria ao Partido Trabalhista, na oposição, que espera derrubar o governo. "A conclusão a qual cheguei é que é preciso substituir este governo. A verdade é que o Partido Trabalhista é o único caminho que pode alcançar esse objetivo. Não existe outra opção credível", disse Bercow.

Veja Também

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895