Governo nomeia Alessando Stefanutto para presidência do INSS

Governo nomeia Alessando Stefanutto para presidência do INSS

Procurador federal fica no lugar de Glauco Wamburg, exonerado por divergências com membros do Ministério da Previdência

R7

publicidade

O governo federal trocou o comando do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O procurador federal Alessandro Antônio Stefanutto foi nomeado para a presidência do órgão, no lugar de Glauco André Wamburg, que foi exonerado. As mudanças foram publicadas nesta quarta-feira no Diário Oficial da União.

O R7 já havia antecipado as trocas no comando do INSS. A reportagem apurou que a demissão de Wamburg se deu por divergências internas entre ele e integrantes do Ministério da Previdência. A decisão foi tomada durante longa conversa entre Lupi e Wamburg, em uma reunião na última quarta-feira.

A avaliação é de que a atual gestão do INSS não foi efetiva ao lidar com problemas como as filas para perícias médicas e outras questões estruturais que têm comprometido o desafogamento de serviços represados durante a pandemia da Covid-19. Segundo apurou o R7, Wamburg atribui a dificuldade de gestão à falta de servidores.

Outro fator que pesou na decisão foram as altas demandas de passagens e despesas de viagens do ex-presidente. A reportagem apurou que, somente entre fevereiro e junho deste ano, Wamburg gastou mais de R$ 62 mil em viagens. Wamburg é servidor de carreira do INSS e, por isso, continuará atuando no órgão, perdendo apenas o cargo de confiança.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895