Líderes da minoria, da oposição e de seis siglas farão novo pedido de impeachment contra Bolsonaro

Líderes da minoria, da oposição e de seis siglas farão novo pedido de impeachment contra Bolsonaro

Comunicado afirma que a crise no Brasil é marcada pela incapacidade do governo em conter a pandemia

AE

Afirmam que também defenderão vacina para todos e renda emergencial como linha de ação frente

publicidade

As Lideranças da Minoria, da Oposição e de seis partidos de esquerda na Câmara e os presidentes nacionais dessas legendas anunciaram, em nota, que protocolarão um novo pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro por causa da "omissão" e "responsabilidade" do governo na pandemia. Os líderes afirmam que também defenderão vacina para todos e renda emergencial como linha de ação frente à crise.

Além da Minoria e Oposição, assinam a nota as lideranças e presidentes nacionais de PT, PSB, PDT, PSOL, PCdoB e Rede. O comunicado afirma que a crise no Brasil é marcada pela incapacidade do governo em conter a pandemia, a falta de um plano de vacinação e a situação econômica e social piorada pelo fim do auxílio.

Eles anunciaram também que realizarão na próxima terça-feira um ato no Salão Verde da Câmara em que pedirão a volta imediata dos trabalhos do Congresso. "O Congresso não pode parar frente ao agravamento da crise no país", disseram no comunicado. Os líderes reforçam ainda o pedido de instalação de uma comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) para investigar o "fiasco" na gestão do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que, segundo eles, "se omitiu no período mais crítico da saúde brasileira".

Entre outras deliberações, as lideranças decidiram enviar uma carta à Embaixada da China em que pedirão uma reunião extraordinária com o embaixador na próxima semana para tentar viabilizar os insumos necessários para o enfrentamento à Covid-19.

 

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895