MDB relata surpresa com prisão e confirma pedido de afastamento de Carús da presidência da sigla

MDB relata surpresa com prisão e confirma pedido de afastamento de Carús da presidência da sigla

Vereador comandava a sigla em Porto Alegre e será substituído pelo deputado Tiago Simon

Correio do Povo

André Carús foi alvo de operação da Polícia Civil nesta terça

publicidade

O MDB de Porto Alegre emitiu nesta terça-feira uma nota sobre a operação da Polícia Civil que prendeu o vereador André Carús, suspeito de participar de um esquema que envolve empréstimos consignados. 

"O MDB de Porto Alegre lamenta e recebe com surpresa o episódio envolvendo o vereador André Carús. O partido entende que os fatos devem ser apurados pelas instituições competentes e espera que a verdade apareça. Carús pediu afastamento do cargo de presidente do MDB da Capital. O comando partidário ficará com o 1º vice-presidente, deputado estadual Tiago Simon", diz a manifestação. 

A operação Argentários, deflagrada pela Polícia Civil, investiga os crimes de contra administração pública e associação criminosa na Câmara Municipal da cidade. Além de André Carús, outras duas pessoas foram presas na ofensiva de hoje. Conforme o delegado Max Otto Ritter, que lidera as investigações, os servidores têm cargos em comissão e estão vinculados a órgãos municipais que serviram como locais de busca e apreensão.  


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895