Pedido de impeachment de Marchezan é rejeitado pela Câmara de Vereadores
capa

Pedido de impeachment de Marchezan é rejeitado pela Câmara de Vereadores

Votação teve 23 votos contrários, seis abstenções e nenhum a favor

Por
Luiz Sérgio Dibe

Texto do pedido de impeachment foi lido em plenário na abertura da sessão pela vereadora Mônica Leal, presidente da Câmara


publicidade

Por 23 votos contrários e seis abstenções, foi rejeitado na tarde desta quarta um novo pedido de impeachment do prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) que havia sido protocolado na semana passada na Câmara de Vereadores de Porto Alegre. Não houve nenhum voto favorável ao quinto requerimento de destituição do prefeito da Capital. No processo, o tucano era acusado de cometer ato de improbidade administrativa por ter cedido uma área pública para ser explorada sem contrapartida.


O texto do pedido foi lido em plenário na abertura da sessão pela vereadora Mônica Leal, presidente da Câmara, e em seguida votado, sem que defesas tenham sido feitas pelos vereadores, que prosseguem em articulações sobre a CPI. Na próxima segunda, se encerra o prazo para que os partidos indiquem seus representantes no colegiado que irá apurar atos do Executivo municipal.