PT oficializa pré-candidatura de Edegar Pretto ao Piratini

PT oficializa pré-candidatura de Edegar Pretto ao Piratini

Anuncio foi feito nesta segunda e contou com a participação das principais lideranças do partido no Estado

Flávia Simões*

Os ex-governadores Tarso Genro e Olívio Dutra estiveram ao lado de Pretto no ato que oficializou a candidatura do deputado

publicidade

O PT oficializou nesta segunda-feira o nome do deputado estadual Edegar Pretto como pré-candidato ao governo do RS nas eleições de 2022. A pré-candidatura foi anunciada durante o lançamento do movimento “Rio Grande e presente. Para toda a sua gente”, com participação dos ex-governadores Olívio Dutra e Tarso Genro, do senador Paulo Paim e de deputados e deputadas das bancadas estadual e federal do partido. 

A pré-candidatura do deputado vem sendo construída desde o resultado das últimas eleições, quando Pretto se reelegeu, pela terceira vez, com o maior número de votos entre os deputados estaduais da legenda. Desde então, o parlamentar começou “avaliar a opção” a candidatura, segundo contou. Agora, ele deve intensificar a sua participação presencial em agendas pelo Estado. "Será uma caminhada baseada no diálogo, com muita paciência e escuta", disse. Para concorrer ao Piratini, Pretto não precisará deixar a cadeira na Assembleia Legislativa.

Conforme o PT, o deputado foi escolhido por "sintetizar a renovação do partido, por sua capacidade de diálogo, liderança política e compromissos com a base social". Com a oficialização da pré-candidatura, o partido vai ampliar as discussões com siglas aliadas, assegurou o presidente do PT-RS, deputado federal Paulo Pimenta. O partido deve se manter sintonizado ao debate que o PT Nacional está fazendo, afim de construir uma "ampla base democrática", e o deputado deverá, nos proximos dias, entrar em contato com lideranças de partidos.

Beto Albuquerque também planeja candidatura 

No iníciodo mês, o PSB estadual oficializou o nome de Beto Albuquerque como pré-candidato ao Piratini. Com o anúncio da pré-candidatura de Pretto, o PT está oficialmente fora da cartela de possíveis aliados do partido socialista. O anúncio, contudo, "não pegou ninguém de surpresa", afirmou o presidente estadual do PSB, Mário Bruck, que garante: não haverá recuo. Desta forma, a candidatura de Beto ao Piratini deverá manter-se.  

Ainda nesta manhã, membros da executiva estadual do PSB se reuniram para planejar os próximos passos da pré-candidatura do ex-deputado. No encontro, Beto se mostrou confiante e motivado para construir novas alianças para fortalecer a sua candidatura no próximo ano. O presidente da sigla acredita que "as acomodações se darão na virada do ano", uma vez que ainda há bastante tempo para o pleito. "Ainda tem muita coisa para ser dialogada", finalizou Bruck. 

Além do PSB, o PP também já oficializou o nome do senador Luiz Carlos Heinze como pré-candidato à sucessão de Eduardo Leite, que não deverá concorrer à reeleição. 

*Sob supervisão de Tiago Medina


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895