Rosa Weber suspende decisão de Salles e mantém proteção a manguezais

Rosa Weber suspende decisão de Salles e mantém proteção a manguezais

Aprovação para a extinção de regras que protegem restingas e mangues foi dada pelo ministro do Meio Ambiente, em setembro

R7

A ação que questionou o despacho de Salles foi impetrada pela Rede Sustentabilidade

publicidade

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu nesta quinta-feira decisão do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que permitia a exploração de restingas e mangues no país. A aprovação para a extinção de regras que protegem restingas e manguezais foi dada por Salles no mês passado por meio do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente).

Na ocasião, o ministro havia autorizado a extinção de duas resoluções – a revogação abre espaço para especulação imobiliária nas faixas de vegetação das praias e ocupação de áreas de mangues para produção de camarão.

A ação que questionou o despacho de Salles foi impetrada pela Rede Sustentabilidade, que afirma que a medida era inconstitucional. “Não vamos permitir ataques às nossas riquezas naturais. Estaremos sempre na luta em defesa do nosso Meio Ambiente”, disse o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895