Vereadores têm mandatos cassados pela justiça em Sapiranga
capa

Vereadores têm mandatos cassados pela justiça em Sapiranga

Políticos são investigados por corrupção ativa e passiva durante compra e venda de fotos em 2018

Por
Stephany Sander

Políticos são investigados por corrupção ativa e passiva durante compra e venda de fotos em 2018

publicidade

Três vereadores da cidade de Sapiranga foram cassados. Em sessão na tarde desta terça-feira, Valmir Pegoraro (PDT), Cesino Nunes de Carvalho (PP) e Leonardo Braga (PSDB) perderam o direito de exercer seus cargos devido a suspeita de corrupção ativa e passiva durante a compra e venda de votos para a eleição da Mesa Diretora da Câmara no ano passado.

Eles já estavam afastados de suas funções desde o mês de julho, à pedido da Justiça juntamente com o ex-vereador Alessandro Vargas de Melo (PP), cassado desde agosto, que também é citado no esquema descoberto através de mensagens pelo celular.
Melo ainda foi preso em flagrante por posse irregular de arma e comércio irregular de arma.

A Consultora Jurídica da Câmara de Vereadores de Sapiranga, Simone Ragazzon, ficou satisfeita com o resultado e destacou que ficou provado que o embasamento do legislativo era verdadeiro. As defesas dos vereadores se pronunciaram durante a sessão mas não comentaram o resultado da votação.