Pecuária local se mostra ao mundo

Pecuária local se mostra ao mundo

Antes localizada no Menino Deus, Expointer se mudou para Esteio em 1970

Correio do Povo

Primeira exposição reuniu 2,9 mil animais de 45 raças no parque de Esteio

publicidade

A 1ª Exposição Internacional de Animais, realizada em Esteio, em 1972, representou mais que a mudança de endereço e de abrangência da principal feira agropecuária gaúcha, que até então era estadual. A Expointer  inseriu o Rio Grande do Sul no contexto internacional da pecuária. Os governos da época, primeiro o de Walter Peracchi Barcelos, com o secretário da Agricultura Luciano Machado, e depois o de Euclides Triches, com o secretário Edgar Írio Simm, já haviam concluído que a estrutura do Parque Menino Deus, em Porto Alegre, usado para feiras entre 1912 e 1969, havia ficado pequena  para o interesse dos produtores e do público. 

Em 1970, com a inauguração do Parque de Exposições de Esteio, em terreno de 64 hectares comprado pelo governo do Estado em 1967,  a ideia começava a tomar forma. Quando assumiu o cargo, em 1972, Simm concretizou a articulação  da primeira exposição, com a participação de delegações de 13 países - Canadá, Holanda, França, Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Áustria, Suécia, Dinamarca, Bélgica, Uruguai, Argentina e Chile além do Brasil. 

A estrutura inicial oferecida era de 22 mil metros quadrados para a exposição dos 2,9 mil animais inscritos de 45 raças. Três mil vagas de estacionamento foram disponibilizadas, assim como um galpão para alojar até 480 peões. Um time de 22 recepcionistas recebeu treinamento bilíngue para atender os visitantes. Entre os títulos concedidos estava o de “melhor touro do mundo”, para o Devon Garupá Juryman Financial 332, da Cabanha Azul, de Quaraí. “Animal de exceção, tem condições de correr o mundo”, apontou o Correio do Povo Rural, que deu grande cobertura à feira. 

O resultado financeiro foi considerado animador, chegando a 4 milhões de cruzeiros, mais que o dobro do que o obtido na feira estadual do ano anterior, de 1,6 milhão de cruzeiros. Em seu discurso oficial de abertura da feira, o secretário Edgar Simm sintetizou o sentimento do governo e dos participantes. “A Primeira Exposição Internacional de Animais satisfaz na plenitude. Nada se identifica melhor com a história e as tradições do Rio Grande do Sul”, destacou o secretário, em trecho do discurso citado pelo Correio do Povo Rural.

publicidade


publicidade


publicidade


publicidade


publicidade


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895