Unidade móvel de saúde chega em agosto para atender as famílias da zona rural de Montenegro

Unidade móvel de saúde chega em agosto para atender as famílias da zona rural de Montenegro

Ônibus já foi adquirido pela Prefeitura e está em fase de adequação; a estrutura contará com consultório médico e gabinete odontológico

Fernanda Bassôa

A estrutura contará com consultório médico e gabinete odontológico

publicidade

Depois do lançamento do programa Farmácia Móvel, em que um furgão adaptado leva medicamentos para as localidades do interior de Montenegro, o prefeito Gustavo Zantatta anunciou mais um novo investimento no setor da saúde para auxiliar nos atendimentos básicos junto às comunidades que residem na zona rural do município. A previsão é de que o serviço entre em funcionamento a partir de agosto. O ônibus já foi adquirido pela Prefeitura e está em fase de adequação. A estrutura contará com consultório médico e gabinete odontológico.

A compra dos dois veículos representa um investimento do Município de aproximadamente R$ 1,4 milhão. A maior parte do recurso é oriunda de emendas parlamentares ao orçamento do Município. Juntos, os vereadores destinaram R$ 1.221.600,00 para as aquisições que vão facilitar a busca por serviços de saúde junto às comunidades mais afastadas do Centro da cidade.

A unidade móvel de saúde vai atuar com uma equipe composta por médico e profissionais de enfermagem, realizando visitas mensais a cerca de 20 localidades. Com a substituição do veículo que está em uso hoje pelo novo ônibus, será possível agregar um odontólogo e um atendente desta área. O veículo que ficará em desuso será reformado e aproveitado para outras ações de caráter preventivo, como em campanhas de vacinação.

A secretária de saúde do Município, Andreia Coutinho da Costa, destaca o esforço da Administração em oferecer um serviço de saúde ainda mais qualificado no meio rural. "Nosso compromisso é, na medida do possível, estender a quem vive no interior os mesmos recursos que estão disponíveis à população urbana", afirma ela.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895