As dúvidas e incertezas sobre vacina russa Sputnik-V contra a Covid-19

As dúvidas e incertezas sobre vacina russa Sputnik-V contra a Covid-19

Correio do Povo

Vacina foi denominada de "Sputnik V"

publicidade

A primeira vacina experimental contra a Covid-19 foi anunciada, nesta terça-feira, pelo presidente russo Vladimir Putin. Logo após o anúncio na TV estatal, o imunizante chamado de Sputnik V – uma referência o primeiro satélite orbital lançado pela União Soviética em 1957 –  gerou questionamentos entre especialistas e cientistas da saúde sobre a segurança e a eficácia do medicamento. Isto porque poucos detalhes da pesquisa foram tornados públicos ou, até mesmo, submetidos à revisão por pares.

O Direto ao Ponto desta terça-feira conversou com a mestre e doutora em neurociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e idealizadora do projeto "Rede Análise COVID-19", Mellanie Fontes-Dutra, para discutir o funcionamento da vacina e o ceticismo científico existente sobre ela. 

Ouça:

 

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895