Banhistas enfrentam tempo nublado e água gelada em Torres
capa

Banhistas enfrentam tempo nublado e água gelada em Torres

Temperatura beirou os 30 graus no Litoral Norte

Por
Felipe Samuel

Sábado foi de calor em Torres

publicidade

Mesmo com céu encoberto e vento na beira da praia, os veranistas lotaram a beira da Praia Grande, em Torres, no sábado. Apesar do tempo nublado, a temperatura beirou os 30 graus e obrigou centenas de turistas a buscarem refúgio nas águas geladas do mar para se refrescar. Um grupo de amigos decidiu sair cedo de Campo Bom, na Região Metropolitana da Capital, apenas para passar o dia no litoral gaúcho.

Equipado com som, caixa térmica e comida, o funcionário público Sérgio Rangel reuniu os amigos os colocou em dois ônibus rumo a Torres. Empolgado com a companhia dos parceiros de longa data e o clima ameno na beira da praia, ele lamentava o tempo nublado. "O tempo não ajudou muito, falei com meus amigos que o sol está torrando, apesar do tempo nubladinho", afirma. No final da manhã, ele torcia para que o tempo melhorasse. "Não fui na água ainda, mas dizem que está gelada", completa.

Com a experiência de quem já frequentou as praias de Imbé e Tramandaí nos últimos tempos - além do Rio de Janeiro -, Rangel explica que o importante é a companhia na praia. "Importante é estar em parceria com os amigos e ter saúde. Isso não tem preço. E tomando uma geladinha", diverte-se, destacando que as mulheres trouxeram bolo e galinha frita. "Tem que ter a merenda", observa.

Trazer comida, aliás, virou motivo de queixa pelos preços praticados pelos bares à beira-mar. Ele lembra que um amigo pagou R$ 15 por uma caipirinha em Torres. "Em novembro estive em Copacabana, no Rio de Janeiro, e paguei um copo de 500ml em torno de R$10", compara. Rangel garante que muita gente opta por trazer bebidas de casa do que adquirir na praia. "Por que o pessoal traz cerveja para a beira da praia? Porque eles (vendedores) querem ganhar tudo de uma vez só", destaca.

Outro integrante do grupo, o pedreiro Márcio Miguel Santos da Costa se divertia com as reclamações do amigo Rangel. Apesar de criticar os preços cobrados nos bares da avenida Beira-Mar, ele recorda que mesmo assim comeu cinco pastéis para saciar o apetite. "Estou aproveitando bastante, fora o vento está tudo bom, show de bola. Valeu a pena vir, vou voltar bronzeado", afirma.