Rio Grande do Sul tem oito pontos impróprios para banho

Rio Grande do Sul tem oito pontos impróprios para banho

Segundo levantamento feito pela Fepam, metade deles está localizado em Pelotas

Rádio Guaíba

Rio Grande do Sul tem oito pontos impróprios para banho

publicidade

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) divulgou nesta sexta-feira o quarto boletim do projeto Balneabilidade Temporada de 2021. O resultado das análises apontou para uma queda no número de pontos impróprios para banho, com relação à semana anterior. Dos 90 pontos monitorados, oito estão impróprios no Rio Grande do Sul.

Na semana passada, 11 locais eram apontados como sem condições para banho. Nesta semana, metade dos locais impróprios estão localizados em Pelotas, na Zona Sul do Rio Grande do Sul. 

Veja Também

Alerta

Os técnicos do Departamento de Qualidade Ambiental da Fepam alertam que os veranistas procurem sempre locais que apresentam condição da água própria para o banho, para evitar riscos à saúde. Outra orientação é não se banhar 24 horas após chuvas intensas, já que pode ocorrer carreamento de esgotos e resíduos para os cursos d’água, ocasionando picos de contaminação. Também é importante não tomar banho em canais pluviais, córregos ou rios que afluem nas praias, pois podem estar contaminados com esgoto doméstico.

Os locais em que o banho não é recomendado são:

Pedro Osório – Balneário no Rio Piratini
Pelotas – Balneário Santo Antônio – Av. Rio Grande do sul
Pelotas – Balneário Santo Antônio – Restaurante
Pelotas – Balneário dos Prazeres, em frente à estátua de Iemanjá
Pelotas – Totó
Santa Maria – Balneário Passo Verde – Rio Vacacaí
Santiago – Balneário Distrito Ernesto Alves – Rio Ibicuí
Tapes – Balneário Rebelo – Laguna dos Pato

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895