Ex-dirigentes do Brasil de Pelotas são investigados por supostos desvios de valores do clube

Ex-dirigentes do Brasil de Pelotas são investigados por supostos desvios de valores do clube

Recursos repassados por CBF, empresa patrocinadora e dos sócios teriam sido desviados em benefício de suspeitos

Correio do Povo

Operação Marcola cumpre mandados em Pelotas e em Contagem, cidade de Minas Gerais

publicidade

Ex-dirigentes do Brasil de Pelotas são alvos de investigação do Ministério Público na manhã desta quarta-feira. De acordo com a apuração do MP, os ex-integrantes do clube teriam desviado valores do clube, recursos que foram enviados pela CBF.

A operação, chamada de Marcola, deverá cumprir dez mandados de busca e apreensão em Pelotas e em Contagem, município de Minas Gerais.

A decisão judicial que ordenou as buscas, atendendo a um pedido do MPRS, também decretou o bloqueio de valores e indisponibilidade de bens dos investigados, além de afastar o sigilo bancário dos suspeitos. A ação conta com cerca de 80 agentes do MPRS, do GAECO do Ministério Público de Minas Gerais e do 5º Batalhão de Choque da Brigada Militar.

As buscas ocorrem no estádio Bento Freitas, empresas, escritório de contabilidade e nas residências de três investigados. O objetivo é apreender documentos, como contratos, pagamentos e notas fiscais, além de anotações diversas, dinheiro, celulares, notebooks e mídias digitais sobre irregularidades ocorridas entre o final de 2021 e junho de 2023. Desta forma, o MPRS pretende apurar o valor exato do prejuízo causado à agremiação esportiva.

Recursos para proveito próprio

MP indicou que teria ocorrido apropriação de parte de uma verba enviada ao Brasil pela CBF, de outra repassada por uma empresa patrocinadora do clube e de uma terceira oriunda dos recursos provenientes dos sócios do clube. Dois dos suspeitos faziam parte da antiga administração e um terceiro é presidente de uma associação privada.

A ordem judicial cumprida em Minas Gerais é referente a um dos suspeitos que, atualmente, mora neste estado. O mandado no estádio ocorre apenas para verificar se há ainda algum contrato remanescente da antiga gestão, já que a atual foi quem denunciou os delitos.

A reportagem entrou em contato com o clube para obter esclarecimentos a respeito da operação. O espaço está aberto para manifestações.

Veja Também


Mais Lidas

Confira a programação de esportes na TV desta terça-feira, 23 de abril

Opções incluem eventos de futebol e outras modalidades esportivas em canais abertos e por assinatura



Placar CP desta terça-feira, 23 de abril: confira jogos e resultados das principais competições de futebol

Acompanhe a atualização das competições estaduais, regionais, nacionais, continentais e internacionais

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895