Cogitar contratação de Cavani é desserviço ao Grêmio, diz diretor jurídico

Cogitar contratação de Cavani é desserviço ao Grêmio, diz diretor jurídico

Nestor Hein lembrou que o jogador recebia por mês o mesmo valor da cota de transmissão do clube do Brasileirão

Correio do Povo e Rádio Guaíba

Nestor Hein destacou que custo para ter Cavani é muito alto para o Grêmio

publicidade

O diretor jurídico, Nestor Hein, destacou que a especulação de Edinson Cavani no Grêmio é um desserviço para o clube. Segundo o dirigente, em entrevista ao programa Bom Dia, da Rádio Guaíba, a direção do Tricolor jamais “cogitou, pensou, sondou e nunca teve a curiosidade” de mandar alguém examinar a possibilidade de contratação. Hein ressaltou que Cavani é o sonho de qualquer clube, em especial do Grêmio, mas não vê a possibilidade de contratação como possível, neste momento.

“O Cavani é desejado por um time dos Estados Unidos há mais de 60 dias. Esteve em negociações com o Benfica. É cogitado pelo Atlético de Madrid e pela Juventus. O salário dele com encargos é R$ 6 milhões por mês. É mais ou menos quatro Gabigols, que é o jogador mais bem pago do Brasil. Isso seria toda a verba que recebemos da televisão para um jogador. Se a pessoa juntar A com B verá que não tem nenhuma possibilidade. Nunca se cogitou isso”, afirmou.

O suposto acerto com o Grêmio cria diversos problemas para a direção do Tricolor, segundo o dirigente. “Isso cria uma situação muito ruim. Eu entendo a situação, mas, até agora, tem gremistas achando que a direção está enganando. Que ele virá. Que estará por aqui”, ressaltou.

“A não ser que haja uma operação ultrassecreta feita pelo presidente somente com uma pessoa, o que eu não acredito... não creio... Não posso afirmar, mas é um chute total e cria um anticlímax. O Grêmio fará contratações e qualquer um que o clube apresentar será menor do que o Cavani. Então, é um desserviço ao Grêmio”, completou.

Na entrevista após o jogo contra o Atlético-GO o vice de futebol, Paulo Luz, também negou a possibilidade de contratar Cavani, mas voltou a afirmar que a direção está no mercado em busca de reforços. No sábado, o presidente Romildo Bolzan concedeu entrevista a assessoria de imprensa e revelou que “o Grêmio, possivelmente, anunciará em um curto espaço de tempo, alguns reforços”.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895