capa

Everton fala em sonho de título do Brasileirão, mas admite permanência difícil

Atacante desperta interesse do futebol europeu

Por
Correio do Povo

Everton admitiu que será difícil seguir até o final do ano no Grêmio

publicidade

Recentemente convocado por Tite para defender a Seleção Brasileira e um dos principais jogadores da atual edição da Libertadores, Everton desperta interesse do futebol europeu. Em entrevista nesta sexta-feira, o atacante falou sobre o objetivo que tem de conquistar o Brasileirão pelo Grêmio, mas admitiu que sua permanência no clube até o final da competição pode ser considerada difícil pelas propostas que devem chegar na abertura da janela de transferências.

Logo no começo da coletiva, Everton lembrou que o Campeonato Brasileiro é o título que falta para o atual elenco do Grêmio conquistar e que, por isso, cada jogo da competição vai merecer atenção especial. “Tem muitos atletas do nosso elenco que ainda não conquistaram o Campeonato Brasileiro. Nesse ciclo recente é o único de grande expressão que ainda não conquistamos. Acabamos batendo na trave nos últimos anos. Espero que neste ano possamos vir mais focados e buscar esse título também”, avaliou Everton.

Na sequência, porém, Everton foi questionado sobre sua permanência até o final do ano. Apesar de admitir ser difícil seguir no Grêmio durante todo o Brasileirão, ele garantiu que vai tentar ajudar o clube a conquistar cada ponto na competição enquanto estiver em Porto Alegre. “A gente sabe que é difícil (a permanência). Quando você vem em uma ascensão muito grande, assim como eu venho desde o ano passado, você vai atraindo atenção dos europeus. Mas até o meu último dia, se for agora ou em qualquer outro ano, será sempre foco total no Grêmio. É aqui que estou e que tenho contrato”, afirmou.

Para o objetivo de vencer o Brasileirão, Everton afirmou que o Grêmio deve perder menos pontos em casa do que nos últimos anos. Por conta disso, ele pediu atenção total para estreia diante do Santos no próximo domingo, às 11h, na Arena. “Em anos anteriores a gente deixou escapar muitos pontos dentro de casa e isso acabou prejudicando. Esperamos neste ano somar o máximo de pontos em casa. Devemos ir com força total”, projetou.

O Grêmio se reapresentou nesta quinta-feira no CT Luiz Carvalho após a vitória sobre o Libertad pela Libertadores. O técnico Renato Portaluppi não chegou a montar time visando ao jogo contra o Santos. Maicon, que sentiu lesão no Paraguai, não treinou e deve ser desfalque diante do Peixe.