D'Ale e Coudet podem perder mais de um jogo do Inter em julgamento

D'Ale e Coudet podem perder mais de um jogo do Inter em julgamento

Dupla responderá pelos fatos ocorridos após o Gre-Nal 425, no Estádio Centenário

Por
Correio do Povo

D'Alessandro deve ser julgado com Coudet por incidentes no clássico


publicidade

O Inter pode ficar sem D’Alessandro e Eduardo Coudet nas finais do returno – se o time conquistar uma vaga, e também nas finais do Campeonato Gaúcho. Isto porque a tendência é que ambos sejam julgados na próxima terça-feira pelos fatos ocorridos após o Gre-Nal 425, no Estádio Centenário, na quarta-feira passada, segundo previsão do presidente da Segunda Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), Ernani Propp Júnior, que está encarregado do caso. Há uma possibilidade de o julgamento ser adiado para quinta-feira, mas é remota. 

Tanto D’Alessandro quanto Coudet foram denunciados pela procuradoria do TJD por, após o clássico, terem se dirigido ao presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Luciano Hocsman, pedindo que ele fosse “imparcial”. D’Alessandro também disse que o trabalho do dirigente era “feio”, além de ter usado palavras de baixo calão. O diálogo foi flagrado e filmado por um jornalista, além de relatado pelo árbitro na súmula da partida, divulgada no site da FGF.

O jogador está denunciado com base no artigo 243-C do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala em “ameaçar alguém, por palavra, escrito, gestos ou por qualquer outro meio, a causar-lhe mal injusto ou grave”. A pena prevista, além do pagamento de uma multa, é suspensão de 30 a 120 dias. O técnico, por sua vez, foi enquadrado no artigo 258 do CBJD, que trata de “conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva”. A pena prevista é suspensão de uma a seis partidas, além de multa.


Os advogados do Inter buscarão a absolvição dos dois ou o enquadramento em outros artigos, com previsão de pena menor.