Inter enfrenta o Paysandu para confirmar classificação às quartas de final da Copa do Brasil
capa

Inter enfrenta o Paysandu para confirmar classificação às quartas de final da Copa do Brasil

Odair Hellmann não deve poupar os titulares em jogo no qual o Colorado pode até perder por um gol

Por
Fabrício Falkowski

Se Marcelo não tomar três gols (ou dois, com decisão nos pênaltis), Inter garantirá cota de R$ 3,1 milhões

publicidade

Se cumprir uma promessa feita há três semanas, o técnico Odair Hellmann mandará todos os titulares disponíveis a campo para enfrentar o Paysandu, hoje à noite, no estádio Mangueirão. Motivos não faltam. Além de uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, um bom resultado garante uma gorda cota em dinheiro para o clube: são R$ 3,1 milhões. Como venceu o primeiro jogo, no Beira-Rio, semana passada, por 3 a 1, os colorados classificam-se até mesmo com derrota, desde que ela não seja por três gols ou mais. Qualquer vitória ou empate serve ao Inter, além da derrota por diferença de um gol. A decisão vai para os pênaltis se o Paysandu vencer com vantagem de dois gols.

• CORREIO DO POVO TRANSMITE A PARTIDA MINUTO A MINUTO A PARTIR DE 19h15min

“É uma boa vantagem, mas não tem nada decidido. Temos que encarar o jogo com seriedade”, disse Odair, no domingo. Apesar da promessa de manter o time titular, há desfalques importantes. Iago integrou-se à Seleção Brasileira sub-23 e será substituído por Uendel. “Temos uma boa vantagem que vem do primeiro jogo, mas nada está definido ainda. O Paysandu é muito forte, principalmente jogando em casa. Teve troca de comando, o que sempre dá um ânimo novo para o time. Não tem como ser fácil. Não podemos nos acomodar por causa dessa vantagem”, afirmou o lateral, ontem, após treino fechado no estádio da Curuzu.

Edenilson sem teve qualquer lesão constatada deve estar em campo. Ele deixou o gramado mais cedo durante o empate com o Santos, domingo, na Vila Belmiro, e a suspeita inicial era de um problema muscular. Porém, o jogador apresentou-se melhor no treino realizado no CT do Palmeiras, na noite terça. Outro reforço é Zeca, que, suspenso, não jogou contra o Santos, mas já encontrou-se com o grupo e está liberado.

O Paysandu bive um momento conturbado vivido. Após derrota por 2 a 0 para o Boa Esporte, em Minas Gerais, pela Série C, no domingo, a equipe paraense chegou a três jogos sem vitória na competição. O retorno do elenco a Belém foi marcado pelo protesto de torcedores, que atiraram ovos e lixo no ônibus do clube.  Além disso, o técnico Léo Condé foi demitido; o auxiliar Leandro Niehues é quem comanda os paraenses nesta noite. 

Fora de campo, o Inter trabalha na reforma, ainda tímida, do seu grupo. Ontem, anunciou a rescisão do contrato de Camilo, que vai para a Chapecoense. Wellington Silva, com mais um ano de contrato, pode ser envolvido em negociação. Jonatan Álvez não terá o contrato renovado. O zagueiro Bruno Fuchs, de 20 anos, que está compondo os treinos da Seleção principal, foi convocado para se juntar à Seleção Sub-23 no Torneio de Toulon.

Copa do Brasil 2019 - Oitavas de final 

Paysandu

Mota, Bruno Oliveira, Micael, Victor Oliveira, Bruno Collaço, Jhony Douglas, Marcos Antônio, Thiago Primão, Nicolas, Diego Rosa, P. Henrique.
Técnico: Leandro Niehues

Inter

Marcelo Lomba, Zeca, Emerson Santos, Víctor Cuesta, Uendel, Rodrigo Lindoso, Edenilson, Nonato, Guilherme Parede, Nico López, Paolo Guerrero. 

Técnico: Odair Hellmann

Árbitro: Marcelo de Souza (PB)
Local: Estádio Mangueirão, em Belém (PA)
Início: 19h15 min