Leite avalia suspender futebol, mas diz que decisão precisa ser conjunta de governadores
patrocinado por

Leite avalia suspender futebol, mas diz que decisão precisa ser conjunta de governadores

Governador argumenta que jogos seriam transferidos para outros estados e risco de aglomerações seguiria

Correio do Povo

Rodadas do Gauchão podem ainda ser suspensas

publicidade

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, considera suspender os jogos de futebol, mas entende que não adiantaria tomar a medida sozinho. "Se proibirmos no RS, os campeonatos continuarão acontecendo. O jogo será tirado daqui para ser realizado em outro lugar", projetou durante coletiva em que manteve os protocolos de bandeira preta contra a Covid-19.

"Eu fiz uma provocação ao fórum dos governadores sobre a questão", reforçou Leite. "É importante que haja uma decisão conjunta dos estados", acrescentou ele.

O governador enfatizou que tem mantido conversas com a Federação Gaúcha de Futebol (FGF), mas que no momento as trocas de horários são a alternativa. "A preocupação é o efeito que o jogo traz de reunião de pessoas e celebrações. Trabalhamos para trocar os horários ,com a colaboração de CBF e FGF, indo para mais tarde, reduzindo a disposição das pessoas em se juntarem para comemorar", ponderou. "Estou em contato com o presidente da FGF e podemos ter decisões a respeito nos próximos dias. Esta rodada do fim de semana deverá acontecer, estamos analisando o tema para as próximas rodadas."

Ainda assim, Leite crê que o cenário ideal seria a interrupção das partidas. "Eu entendo que é o caso da suspensão, mas isso precisa ser decidido conjuntamente entre os estados", sublinhou.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895