capa

Seleção brasileira faz primeiro treino em Minas desfalcada de três jogadores

Filipe Luís sentiu um desconforto na coxa direita, foi submetido a exames na manhã deste sábado

Por
AE

Três jogadores não treinaram com o restante do grupo na Cidade do Galo

publicidade

A seleção brasileira realizou neste sábado o primeiro trabalho em Belo Horizonte voltado ao jogo contra a Argentina, no estádio do Mineirão, nesta terça-feira, pela semifinal da Copa América. A atividade no CT do Atlético-MG, a Cidade do Galo, não teve a presença de três dos 23 convocados. O lateral-esquerdo Filipe Luís, o meia Fernandinho e o atacante Richarlison foram os desfalques no treino.

Filipe Luís sentiu um desconforto na coxa direita, foi submetido a exames na manhã deste sábado e não foi ao treinamento para ficar sob cuidados dos fisioterapeutas. O jogador é dúvida para a partida desta terça-feira e caso não tenha condições de atuar, será substituído por Alex Sandro, que já entrou na vaga dele nas duas últimas partidas da seleção contra Peru e Paraguai.

Com dores no joelho direito sofridas na partida contra a Venezuela, Fernandinho continua fora do time. O outro desfalque foi Richarlison. O atacante está com caxumba e tenta se recuperar da doença em Porto Alegre, para ficar em isolamento e evitar o contágio aos outros atletas do elenco. Como ele apresentou melhora nos últimos dias, a expectativa dos médicos é pela presença dele em Belo Horizonte nesta segunda-feira.

O treino no CT do Atlético-MG seria aberto aos jornalistas somente nos primeiros 20 minutos, mas depois a comissão técnica autorizou a presença da imprensa durante toda a atividade. Os jogadores realizaram trabalhos técnicos em campo reduzido, seguido por atividades de fundamento, como chutes a gol. O volante Arthur e o zagueiro Thiago Silva foram poupados e apenas correram pelo gramado.

Em clima leve, a atividade teve a presença ainda de convidados. Alguns garotos das categorias de base do Atlético-MG acompanharam o trabalho. Ao final, o zagueiro Miranda ainda chamou os dois filhos para bater bola. O Brasil volta aos treinos neste domingo, também na Cidade do Galo, mas desta vez sem a presença dos jornalistas.