São Sebastião do Caí registra a primeira morte por coronavírus
capa

São Sebastião do Caí registra a primeira morte por coronavírus

Homem, de 65 anos, estava internado na UTI do Hospital São Vicente de Paulo, em Osório

Por
Stephany Sander

Homem, de 65 anos, estava internado na UTI do Hospital São Vicente de Paulo, em Osório


publicidade

A Prefeitura de São Sebastião do Caí confirmou, nesta quarta-feira, a primeira morte por coronavírus de um morador da cidade. Com o registro, o Rio Grande do Sul passa a ter pelo menos 253 mortes pela doença. 

O paciente, de 65 anos, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente de Paulo, em Osório. Antes, ele chegou a ser internado no Hospital Sagrada Família, com sede no município de São Sebastião do Caí. A transferência ocorreu por determinação da Central de Regulação de Leitos da Secretaria Estadual de Saúde. O homem tinha vários problemas de saúde pré-existentes, que foram agravados pela Covid 19. 

“Estamos muito abatidos com essa notícia. Expresso os nossos sentimentos a toda a família e temos de seguir trabalhando no enfrentamento da pandemia”, destacou o secretário municipal de Saúde, Diomar Machado Flores.

São Sebastião do Caí contabiliza 25 casos do novo coronavírus, dos quais 18 são considerados curados, e agora registra a primeira morte. Este óbito e os demais registrados nesta quarta-feira ainda não constam no painel de monitoramento da Secretaria Estadual de Saúde (SES), que teve a última atualização na terça-feira. Assim, os dados oficiais dão conta de 245 óbitos no Estado.