Escolas municipais de Canoas seguem sem aulas até 7 de junho

Escolas municipais de Canoas seguem sem aulas até 7 de junho

Metade das instituições de ensino na cidade foi diretamente atingida pelas cheias

Correio do Povo

Escola Municipal de Ensino Fundamental Bilíngue para Surdos Vitória, no Mathias Velho, foi uma das instituições atingidas pelas cheias

publicidade

A suspensão das aulas na rede municipal de Canoas foi prorrogada até sexta-feira (7/6). Segundo a Secretaria Municipal de Educação do município, das 83 instituições de ensino, 41 foram diretamente atingidas pelas inundações. Outras 25 estão servindo de abrigo e 2 passam por reformas. Além da estrutura física dos locais, incluindo mobiliários, materiais didáticos e equipamentos de tecnologia, cerca de 40% dos profissionais de educação e praticamente metade dos alunos foram afetados pelas inundações.

Na capital, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) determinou o reinício das aulas em todas as unidades que não foram atingidas diretamente pelas cheias e que contam com abastecimento de água e energia elétrica. Na quarta-feira (29/5), cerca de 45 mil alunos retornaram às aulas em 75 escolas próprias e 120 conveniadas da rede municipal. Ainda há 41 escolas que seguem alagadas.

Na rede estadual de ensino, 86,7% das 2.338 escolas já retomaram as aulas. A Secretaria da Educação do RS informa que 572 escolas foram danificadas com as chuvas; 42 estão servindo de abrigo; e 95 não têm data prevista para o retorno das atividades letivas.




Encceja, Seminário da Ufrgs e Vaga no IFRS: Confira a agenda desta terça

Universidade Feevale também inscreve para especialização EAD

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895