Vale do Paranhana define retorno das aulas a partir do dia 17 de fevereiro

Vale do Paranhana define retorno das aulas a partir do dia 17 de fevereiro

Turmas da Educação Infantil devem retomar com 50% da capacidade, de forma presencial

Stephany Sander

Reunião ocorreu nesta segunda-feira

publicidade

Após reunião realizada na tarde desta segunda-feira entre prefeitos, secretários de Educação e demais representantes dos Executivos da Associação dos Municípios do Vale do Paranhana (Ampara), ficou definido o retorno às aulas presenciais da Educação Infantil a partir do dia 17 de fevereiro. A decisão foi tomada pelos seis municípios que compõem a entidade: Taquara, Igrejinha, Parobé, Riozinho, Rolante, e Três Coroas. 

Em Parobé, o retorno às aulas da Educação Infantil ocorre dia 17, os demais municípios definiram datas a partir deste dia. A maioria dos municípios deve retornar a educação infantil com 50% da capacidade, de forma presencial, com turnos integrais para as crianças. 

Segundo o prefeito de Parobé Diego Picucha, presidente da Ampara, o retorno às aulas foi amplamente discutido pelos gestores. "Todos nós queremos um retorno à normalidade na área da educação, e estamos empregando todo o esforço necessário para que haja esse retorno, mas só o faremos se os índices permitirem e tomando todos os cuidados necessários em relação à segurança de nossos estudantes, dos educadores e da comunidade", disse. 

Os critérios para definir quais estudantes retornam às aulas presenciais devem ser definidos em cada um dos municípios, por meio de edital, levando em conta a situação socioeconômica da família, entre outros critérios. 

A cidade de Riozinho, devido a sua capacidade mais elevada de comportar os estudantes em sala de aula, deve retornar com 100% dos estudantes da educação infantil. Já o município de Rolante deve definir sua capacidade nos próximos dias. 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895