Orla do Guaíba amanhece com lixo acumulado nesta segunda-feira em Porto Alegre

Orla do Guaíba amanhece com lixo acumulado nesta segunda-feira em Porto Alegre

Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) registrou menor volume de lixo eleitoral no 2º turno das eleições de 2020

Cláudio Isaías

Garrafas de bebidas, carteiras de cigarro e embalagens plásticas foram os produtos mais recolhidos na manhã desta segunda-feira

publicidade

A Orla do Guaíba amanheceu nesta segunda-feira repleta de lixo espalhado, inclusive o eleitoral com panfletos dos candidatos a prefeitura de Porto Alegre, Manuela D'Ávila (PCdoB) e Sebastião Melo (MDB), espalhados ao longo da área de lazer. Após mais um fim de semana de sol e calor, o local - um dos principais pontos turísticos da Capital, estava repleto de sujeira deixada pelos frequentadores.

Foi possível encontrar na Orla do Guaíba diversas garrafas de vodka, carteiras de cigarro, sacos plásticos, embalagens de biscoito, garrafas PET e latas de cerveja. O aposentado Fernando Salvatti, morador da rua Riachuelo, que caminha diariamente no local, lamentou o fato da população não preservar o espaço. "Como cobrar do prefeito a limpeza se as pessoas não têm educação e jogam o lixo na área de lazer", ressaltou. A Orla do Guaíba conta com 50 lixeiras duplas no local, acrescidas de 10 contentores triplos extras aos fins de semana.

A operação especial de limpeza realizada pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) no domingo, dia 29, data do segundo turno das eleições para prefeito, não detectou quantidade significativa de propaganda eleitoral nas vias e calçadas da cidade. Foram recolhidos apenas 219 quilos de material com resíduos variados. Não foram emitidos autos de infração neste segundo turno. Uma centena de garis e motoristas em equipes itinerantes fizeram o recolhimento e a varrição em todas as seções eleitorais e os resíduos foram encaminhados para o aterro sanitário em Minas do Leão. 

No primeiro turno das eleições deste ano para prefeito e vereadores, o departamento coletou 1,2 tonelada de material e emitiu 54 autos de infração. A multa para o descarte irregular é de 90 Unidades Fiscais do Município (UFMs), correspondente a aproximadamente R$ 380,00. O departamento aconselha aos candidatos que tiverem sobra de propaganda eleitoral que a descartem na coleta seletiva ou encaminhem às unidades de triagem conveniadas ao órgão municipal. E com relação aos frequentadores da Orla do Guaíba é que eles descartem o seu lixo de maneira correta colocando nas lixeiras ou levando sua própria sacola plástica para recolher o seu lixo.

A respeito do recolhimento de resíduos na Orla Moacyr Scliar, devido à intensa utilização do espaço pela população, o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) esclarece que são recolhidas quase 4 toneladas de resíduos por final de semana, que são encaminhadas ao aterro sanitário em Minas do Leão. De acordo com o DMLU, a secretaria tem reforçado o efetivo aos sábados e domingos, com uma equipe de 16 pessoas, que atua das 7h30min às 23h. Além das 30 lixeiras instaladas conforme o projeto original do parque, mais oito contêineres são utilizados como apoio operacional e outros 25 coletores extras têm sido disponibilizados ao público. Nas segundas-feiras, outros 12 garis são escalados para a limpeza do local, a fim de remover o acúmulo de resíduos deixados nos finais de semana. 

A pasta ainda afirmou que a equipe de educação ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) também faz ações periódicas em parques e praças da cidade, orientando a população sobre boas práticas no descarte de resíduos e conservação dos espaços públicos. "Além dos esforços do setor público, no entanto, é preciso que os visitantes assumam a sua responsabilidade, não descartando resíduos irregularmente", afirmou. 

Além disso, a Smams alerta para a importância de que a população evite aglomerações, mesmo em espaços abertos, e adote medidas de segurança, como o uso da máscara e a higienização constante das mãos com álcool em gel.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895