Senado avança para aprovar pacote de infraestrutura de US$ 1 trilhão

Senado avança para aprovar pacote de infraestrutura de US$ 1 trilhão

Discussão sobre o plano bipartidário pode ser encerrada rapidamente ou se arrastar por dias

AE

Senado avança para aprovar pacote de infraestrutura de US$ 1 trilhão

publicidade

O Senado americano se aproximou de aprovar o pacote de infraestrutura de US$ 1 trilhão neste sábado (7), após legisladores republicanos e democratas se unirem para eliminar um importante obstáculo processual. Em um raro movimento de bipartidarismo, parlamentares se juntaram para superar a barreira de 60 votos necessários para levar a medida à votação final.

Depois da aprovação chave, a discussão sobre o plano bipartidário pode ser encerrada rapidamente ou se arrastar por dias se os oponentes tentarem retardá-la. "Podemos fazer isso da maneira fácil ou da forma mais difícil", disse o líder da maioria no Senado, Chuck Schumer. Ele afirmou ainda que manteria os senadores em sessão até que terminassem o projeto de lei e o enviassem à Câmara.

Superar a barreira dos 60 votos foi um sinal de que a tênue aliança entre republicanos e democratas poderia se manter no pacote de obras públicas. Pelo menos 10 republicanos tiveram que se juntar ao partido de oposição para fazer a medida passar por essa obstrução, estabelecendo mais votos depois.

O líder republicano do Senado, Mitch McConnell, permitiu até agora que o projeto de lei progredisse, e seu voto favorável foi observado de perto. "Este é um compromisso", disse antes da votação.

Veja Também

Se os senadores concluírem os trabalhos do projeto de lei de US$ 1 trilhão, imediatamente se voltarão para o compromisso muito mais partidário na agenda de Joe Biden: o esboço da proposta de US $ 3,5 trilhões. Esse plano destinaria bilhões ao que a Casa Branca chama de infraestrutura humana, que inclui assistência para creches, educação e outros gastos que são prioridades democratas que os republicanos se comprometeram a rejeitar. O debate sobre isso se estenderá até o outono.

Os parlamentares passaram a semana analisando quase duas dúzias de emendas ao pacote bipartidário, e podem prosseguir neste sábado. Até agora, nenhuma mudou substancialmente a estrutura da medida de obras públicas.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895