Líder do PCC é preso em Bento Gonçalves

Líder do PCC é preso em Bento Gonçalves

Operação foi realizada com objetivo de desarticular organização criminosa na região

Correio do Povo

Houve o cumprimento de 22 ordens judiciais, sendo 13 mandados de busca e apreensão e outras nove medidas constritivas de indisponibilidade de bens

publicidade

Uma liderança da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC) foi presa na manhã desta sexta-feira em Bento Gonçalves. O criminoso foi alvo da operação Sintonia deflagrada pelo Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em conjunto com a Brigada Militar através do 3º BPAT.

Houve o cumprimento de 22 ordens judiciais, sendo 13 mandados de busca e apreensão e outras nove medidas constritivas de indisponibilidade de imóveis e veículos. Entre os bens atingidos estão veículos de luxo ostentados pelos investigados e residência de alto padrão, com comodidades como piscina aquecida, calefação, aquecimento solar e a óleo.

Foragido, o criminoso, que usava documentos falsos, fixou-se em Bento Gonçalves para comandar uma organização criminosa na região. Ele chegou a ser apontado como “Torre” (liderança) da facção paulista e era responsável por laboratório itinerante que refinava grandes quantidades de cocaína mensalmente.

Uma rede de pessoas físicas e jurídicas voltadas à lavagem de dinheiro proveniente do tráfico de drogas e de outras atividades ilícitas relacionadas ao PCC, foi também montada.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895