Mulher é presa com parte de carga de celulares roubados no Salgado Filho
capa

Mulher é presa com parte de carga de celulares roubados no Salgado Filho

Equipamentos estavam escondidos em uma casa da Vila Santa Rosa

Por
Samantha Klein / Rádio Guaíba

Mulher foi presa com parte da carga roubada no aeroporto

publicidade

Uma mulher foi em flagrante, nesta tarde, na Vila Santa Rosa, zona Norte de Porto Alegre, com 318 celulares e oito notebooks novos roubados. Os equipamentos fazem parte da carga de 9 mil smartphones roubados em um ataque ao Aeroporto Internacional Salgado Filho, na madrugada desta terça.

Segundo a Polícia Civil, ela participou do assalto junto com o companheiro, que segue foragido. Ao chegar na residência, os agentes encontraram a carga escondida embaixo de uma cama. O casal não teve os nomes revelados.

Questionada pelos policiais, a mulher permaneceu em silêncio e deve se pronunciar somente em juízo. O titular da Delegacia de Roubos de Cargas do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Arthur Raldi, disse que outras equipes estão realizando o monitoramento de outros endereços identificados pela investigação. O policial afirma que a quadrilha pode ter agido com informações privilegiadas.

De seis a dez criminosos encapuzados participaram do assalto, segundo a polícia. O dono de uma empresa de transporte foi rendido em sua casa, durante a madrugada dessa terça, e obrigado a ligar para o seu motorista. Ao chegar no local, o funcionário foi rendido e teve de dirigir até o aeroporto com parte dos bandidos na van. O resto da quadrilha permaneceu com o dono da empresa como refém.

A carga foi levada na van e em outros três carros, pelo menos. Os policiais interceptaram somente a van, que foi incendiada, em Alvorada.