Perícia aponta que caminhão utilizado durante assalto em Criciúma era roubado e clonado

Perícia aponta que caminhão utilizado durante assalto em Criciúma era roubado e clonado

Veículo foi queimado na entrada do túnel do Morro do Formigão para dificultar a chegada de policiais

Correio do Povo

Veículo foi queimado na entrada do túnel do Morro do Formigão para dificultar a chegada de policiais

publicidade

A perícia realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta terça-feira, mostrou que o caminhão queimado durante a madrugada desta terça-feira na BR 101, no túnel do Morro do Formigão, no município de Tubarão, em Santa Catarina, foi roubado há dois anos e circulava clonado. 

O veículo Mercedes Benz, com registro de roubo no dia 26 de outuro de 2018, na cidade paulista de Araraquara, estava portando placas e outros sinais identificadores iguais, conforme apontou a perícia, a outro caminhão de mesmas características registrado em Dumont, também em São Paulo.

O veículo foi utilizado por criminosos que assaltaram um banco, durante esta madrugada em Criciúma, para trancar a entrada do túnel do Morro do Formigão, no km 337 da BR 101 em Tubarão, e assim dificultar a chegada de reforços policiais. O laudo da perícia vai auxiliar na investigação da Polícia Civil para prender os responsáveis do crime – que é identificado pelas forças da Segurança Pública como o maior assalto já registrado no Estado.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895