Aprovado projeto que corta CCs na Assembleia

Aprovado projeto que corta CCs na Assembleia

Gabinetes de partidos com apenas um deputado terão que reduzir de nove para seis funcionários

Rádio Guaíba

Confira quantos CCs cada partido vai poder contratar e qual a proporção de assessores por deputado em cada sigla na próxima legislatura

publicidade

A Assembleia Legislativa aprovou nesta terça-feira o projeto de resolução da Mesa Diretora extinguindo e criando cargos em comissão ou funções gratificadas, de modo a adequar a estrutura funcional da Casa para a próxima Legislatura. O texto prevê corte, de nove para seis, no número de funcionários em Cargos em Confiança (CC’s) em gabinetes de partidos com apenas um deputado. A perspectiva da Assembleia é de economizar R$ 9,7 milhões até 2017. Na próxima legislatura, PSol, PRB, PPS, PSD, PR, PPL e PV serão as siglas com apenas um parlamentar. Atualmente, DEM, PCdoB, PRB, PPS e Solidariedade são as siglas com um só representante.

Da tribuna, o deputado Raul Carrion (PCdoB) advertiu que o projeto não cumpriu todos os ritos na Casa para chegar a plenário. Já o deputado Miki Breier (PSB) defendeu a votação da proposta dizendo que ela está de acordo com o Regimento Interno. Também os deputados Mano Changes (PP) e Elisabete Felice (PSDB) ressaltaram o caráter de proporcionalidade do texto. Carlos Gomes (PRB), de outro lado, criticou a diminuição de cargos às bancadas menores, enquanto o peemedebista Alexandre Postal defendeu a adequação.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895