CAE do Senado marca para dia 21 a análise do PL das offshores e fundos exclusivos

CAE do Senado marca para dia 21 a análise do PL das offshores e fundos exclusivos

Proposta estabelece uma alíquota de 15% para os fundos no exterior; já fundos exclusivos de curto prazo terão uma alíquota de 20% e os de longo prazo, de 15%

AE

Proposta foi aprovada pelo Senado

publicidade

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) marcou para a próxima terça-feira, 21, a análise do projeto de lei que taxa fundos offshore e fundos exclusivos. A relatoria é do senador Alessandro Vieira (MDB-SE), que deve apresentar seu relatório na segunda-feira, 20.

O relator não deve fazer mudanças profundas em seu texto, apenas emendas de redação. Tal fato, faria com que ele não tivesse que ser encaminhado para a Câmara dos Deputados para uma nova análise.

Como o relatório será apresentado na terça-feira, é possível que a oposição peça vista (ou seja, mais tempo para a análise do texto). Não há, por enquanto, um acordo firmado com os senadores da direita para viabilizar a aprovação do texto sem o adiamento.

A proposta estabelece uma alíquota de 15% para os fundos no exterior. Os fundos exclusivos de curto prazo terão uma alíquota de 20% e os de longo prazo, de 15%.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), tem dito que o texto conta com apoio majoritário na Casa e não deve ter dificuldades para ser aprovado.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895