"Foi um ato de grandeza", diz Tiago Simon, sobre renúncia de Carús
capa

"Foi um ato de grandeza", diz Tiago Simon, sobre renúncia de Carús

Deputado assumiu a presidência do MDB na Capital com a saída do ex-vereador

Por
Correio do Povo

Deputado estadual, Tiago Simon assume a presidência do MDB em Porto Alegre

publicidade

A decisão de André Carús de renunciar a vaga de vereador de Porto Alegre e deixar a presidência do MDB da Capital, na manhã dessa quarta-feira, foi considerada como um "ato de grandeza". A avaliação foi feita pelo deputado estadual Tiago Simon, que assumiu o comando no partido em Porto Alegre e ficara à frente da articulação para a eleição de 2020. 

"Diferente do que a gente tem visto por aí, em que há um apego muito forte pelo poder e pelo cargo, a gente vê essa atitude de abrir mão tanto da condição partidiária como do mandato, para fazer a sua defesa e a própria construção das questões pessoais", afirmou ele, durante o Esfera Pública, da Rádio Guaíba. 

Em um momento, chegou a comparar a situação de Carús ao do presidente da Assembleia Legislativa, Luis Augusto Lara (PTB), que teve o mandato cassado na segunda-feira pelo TRE. "Por muito menos do que isso (processo contra Lara), ele (Carús) nem foi denunciado, há um inquérito, e não se sentiu em condições  políticas de ficar na presidência do partido e com muita grandeza tomou essa decisão de renunciar", completou.

Sobre o comando do partido na Capital, ele disse que há um trabalho coletivo para fazer representação na eleição. "O MDB de Porto Alegre é um partido forte e com grandes lideranças",  ressaltou, adiantando que está em discussão a definição de um calendário para o pleito.