Katia Abreu devolve pasta roubada de Alcolumbre na eleição de 2019

Katia Abreu devolve pasta roubada de Alcolumbre na eleição de 2019

Ato simbólico ocorreu na tarde desta segunda-feira, data para a eleição à presidência da Casa para o próximo biênio

R7

Ato simbólico ocorreu na tarde desta segunda-feira, data para a eleição à presidência da Casa para o próximo biênio

publicidade

A senadora Katia Abreu (PP-TO) devolveu, nesta segunda-feira, a pasta que roubou do presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP) na eleição à presidência da Casa em 2019. "E eu não tenho compromisso com o engano, com a injustiça, e quero lhe devolver, simbolicamente, o que tirei no passado", afirmou Katia.

• Ao vivo: sessão do Senado elegerá novo presidente da Casa; assista

Na época, Alcolumbre era candidato à presidência da Casa, assim como o senador Renan Calheiros (MDB-AL). Por não concordar com a legitimidade de Alcolumbre para conduzir a sessão para escolher o presidente da casa, a senadora Kátia lhe roubou a pasta. 

"Eu particularmente votei em Renan Calheiros pela experiência. Há dois anos, quando fui à Mesa e tomei a inciativa de tirar a pasta do Davi, foi um símbolo de protesto, porque eu acreditava que o rito processual estava equivocado", acrescentou.

Os senadores estão reunidos nesta segunda para a sessão de eleição à presidência da Casa. O pleito para os demais membros da Mesa Diretora, de acordo com Alcolumbre, irá ocorrer nesta terça-feira.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895