Mourão ironiza valor para reajuste de servidores: "R$ 0,10 para cada?"

Mourão ironiza valor para reajuste de servidores: "R$ 0,10 para cada?"

Presidente Bolsonaro sancionou o Orçamento de 2022 com previsão de R$ 1,7 bilhão para reajuste salarial de servidores

R7

publicidade

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), voltou a dizer que o espaço fiscal reservado para conceder reajuste salarial aos servidores da União é pequeno. O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou na última sexta-feira o Orçamento de 2022 prevendo R$ 1,7 bilhão para reajustar o salário dos servidores. 

"Tem esse espaço aí de R$ 1,7 bilhão, mas ele é pequeno, né? É um espaço pequeno, não dá para todo mundo. Vai dar R$ 0,10 para cada um de aumento? É difícil", disse Mourão em conversa com jornalistas nesta segunda-feira. A sanção do Orçamento foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) também desta segunda.

Não está claro quais categorias receberão reajustes, mas Bolsonaro havia prometido aumentar o salário de policiais federais e servidores do Depen (Departamento Penitenciário Nacional). A previsão, inclusive, foi incluída no Orçamento após acordo do Planalto no Congresso. Anteriormente, o relator-geral, deputado Hugo Leal (PSD-RJ), não estava prevendo o valor no relatório.

Nas últimas semanas, servidores federais de diversas categorias têm se movimentado na busca de também garantir um reajuste salarial, muitos não têm revisão dos salários há cinco anos. Os grupos pedem ao governo um reajuste de 28%. A atuação de forma mais firme teve início diante do aumento anunciado aos policiais. Depois disso, sindicatos e associações passaram a pedir do governo um tratamento igualitário.

 

 


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895