Reforma tributária deve ser votada no mais tardar na semana que vem, diz Lira

Reforma tributária deve ser votada no mais tardar na semana que vem, diz Lira

Presidente da Câmara lembrou que a parte infraconstitucional do texto será o objeto de apreciação da Câmara

AE

Reforma tributária deve ser votada no mais tardar na semana que vem, diz Lira

publicidade

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse nesta quarta-feira que a reforma tributária deve estar na pauta da Casa no mais tardar na semana que vem. De acordo com Lira, ainda há um debate a ser feito sobre a agenda de votação nesta semana, quando a Câmara precisará decidir se vota primeiro a reforma ou o projeto que trata da privatização dos Correios, dois temas que têm dividido o Parlamento.

"Há dúvidas se nós votamos a privatização dos Correios esta semana, e a reforma tributária na terça, ou a tributária na terça, e os Correios na próxima semana. Esse é só um ajuste que nós vamos fazer esta semana ainda na Câmara dos Deputados", disse Lira em entrevista ao programa Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes.

Ele lembrou que a parte infraconstitucional da reforma tributária, que consiste em mudanças realizadas por projetos de lei, será o objeto de votação da Câmara. "Na parte infraconstitucional, a Câmara ficou com Imposto de Renda de Pessoa Física, Jurídica e Dividendos, que nós deveremos estar votando esta semana, no mais tardar, começo da próxima", afirmou.

O presidente da Câmara disse ainda que o Senado deve votar na quinta-feira a parte da Reforma Tributária referente ao passaporte tributário e ao Refis, programa de parcelamento de débitos tributários. "Tenho a informação que estará sendo votado amanhã no Senado, e logo após virá para Câmara para cumprir o rito bicameral", declarou.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895