Se tudo correr bem, reforma será aprovada em junho nas duas casas, diz Onyx
capa

Se tudo correr bem, reforma será aprovada em junho nas duas casas, diz Onyx

Ministro avaliou que diálogo sobre o texto tem sido a marca de Bolsonaro

Por
AE

Onyx se mostrou otimista em relação à Nova Previdência

publicidade

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, reforçou nesta quarta-feira  a expectativa do governo de aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Nova Previdência em junho na Câmara e no Senado. "Se tudo correr bem, e Deus há de querer, a reforma será aprovada em junho nas duas Casas", disse o ministro durante o 20º CEO Brasil 2019 Conference, do BTG Pactual, em São Paulo.

• Bolsonaro diz que vai escalar filho Carlos em defesa da nova Previdência

Lorenzoni avaliou que a Nova Previdência é o conserto em um erro, que foi sistema de repartição, sem retirar condição aos que estão prestes a se aposentar. "Separamos assistência da Previdência, deixando claro como uma deve ser financiada", avaliou o ministro.

Na avaliação de Lorenzoni, o diálogo tem sido a marca do presidente Jair Bolsonaro e deve garantir ao governo a base congressual para aprovar a PEC. Ele usou como exemplo da capacidade de articulação do governo o trabalho feito para eleger Davi Alcolumbre (DEM-AP) presidente do Senado. "Assumimos com o desafio no governo que era mudar no Congresso, particularmente no Senado, o comando que se perpetuava lá há 30 anos", disse. "Alcolumbre é o Bolsonaro do Senado; um construtor de relações primoroso."

• Leia mais sobre a reforma da Previdência

Para Lorenzoni, a Nova Previdência garantirá a previsibilidade para investidores no Brasil, e "se garantimos previsibilidade e cálculo de retorno investido, vai faltar brasileiro para trabalhar", afirmou. "Quero ver brasileiro empregado, se empresa é chinesa, alemã ou italiana, pouco me importa."