capa

Respiração, postura e disciplina são premissas do sucesso de nova técnica de exercício abdominal

Técnica é mundialmente conhecida como “barriga negativa” pelos resultados expressivos de redução de medidas, mas seus ganhos vão muito além da estética

Por
Correio do Povo

Melhora na postura, diminuição de dores lombares, ativação do metabolismo basal e da circulação também são benefícios da LPF

publicidade

Uma técnica relativamente nova tem angariado adeptos em Porto Alegre. Com o objetivo de operar uma reprogramação postural, o LPF (Low Pressure Fitness) trabalha os músculos internos deixando a cintura fina e a barriga torneada. É mundialmente conhecida como “barriga negativa” pelos resultados expressivos de redução de medidas, mas seus ganhos vão muito além da estética. Segundo a Fisioterapeuta Licenciada no Método, Aline Silveira Royes, o Low Pressure Fitness é um método diferente de todos os treinamentos. “Uma ciência revolucionária e com resultados surpreendentes capaz de melhorar a saúde, principalmente das mulheres, acelerando a recuperação pós-parto e tonificando o assoalho pélvico, além de controlar os problemas de incontinência urinária”.

 
A especialista em Estética e Saúde, Cíntia Keppler, da Scienza Estética e Saúde, explica que a perda de medidas com o LPF não tem nada a ver com a redução de gordura. “É preciso deixar claro que a técnica não emagrece, mas quando associada a tratamentos estéticos e dieta, auxilia de forma efetiva na redução de medidas”.

A melhora na postura, diminuição de dores lombares, ativação do metabolismo basal e da circulação também são benefícios da LPF que merece precaução na prática de gestantes e hipertensos. Atua de forma eficiente na melhora da diástase abdominal e tem resultados efetivos no aumento da capacidade cardio respiratória, assim como na ansiedade e estresse.