Correio do Povo

Porto Alegre, 28 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
13º 25º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

07/02/2014 14:46 - Atualizado em 07/02/2014 15:25

EPTC admite que tarifa da passagem vai aumentar em Porto Alegre

Presidente da autarquia disse que impacto no valor será menor após determinações do TCE

EPTC admite que tarifa da passagem vai aumentar em Porto Alegre<br /><b>Crédito: </b> CP Memória
EPTC admite que tarifa da passagem vai aumentar em Porto Alegre
Crédito: CP Memória
EPTC admite que tarifa da passagem vai aumentar em Porto Alegre
Crédito: CP Memória

O valor da passagem de ônibus deverá aumentar em Porto Alegre neste ano. Em entrevista à Rádio Guaíba, o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari , não disse quanto será o percentual de reajuste, mas confirmou que a tarifa vai subir em 2014. Segundo ele, o impacto do reajuste vai ser menor devido às determinações do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

• TCE aprova relatório sobre tarifa dos ônibus
• Reunião da Metroplan termina sem definição para transporte em Porto Alegre
• Sindicato dos Rodoviários marca assembleia para segunda

“O estudo técnico do TCE apontou para um cálculo que vai reduzir o aumento da tarifa, mas não que ela será reduzida. O aumento da tarifa vai ocorrer, com certeza, só que com impacto menor”, analisou o presidente. “Todos os produtos tiveram aumento no último ano. Além disso, tem o reajuste do salário dos rodoviários. Só não posso dizer de quanto vai ser esse aumento”, acrescentou.

Conforme Cappellari, a nova metodologia do cálculo da tarifa, determinada pelo TCE, confirmou o que já tinha sido definido na medida cautelar de 2013 – reduzindo o valor da passagem a R$ 2,80. “Agora, vamos colocar neste cesto de índices o que representa o custo do transporte coletivo, como os preços dos insumos, das peças, pagamento dos rodoviários e outras despesas das empresas”, observou.

A data para o reajuste da tarifa ainda não está definido. De acordo com a EPTC, o estudo técnico só pode ser iniciado após duas condições. “As empresas devem solicitar a revisão, mas apenas quando o IGPM ultrapassar 8% ou depois da celebração do reajuste do salário dos rodoviários. É feita a análise técnica e encaminhada para o Conselho Municipal de Transporte Urbano (COMTU), que terá sete dias para sua avaliação”, explicou Cappellari.

Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo e Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.