Everton lidera o Grêmio em primeiro duelo com o Bahia na Copa do Brasil
capa

Everton lidera o Grêmio em primeiro duelo com o Bahia na Copa do Brasil

Jogo na Arena, válido pelas quartas de final da Copa do Brasil, pode ser o último do atacante no Tricolor

Por
Rafael Peruzzo

Everton poderá fazer hoje seu jogo de despedida no Grêmio

publicidade

Um jogo com cara de despedida. O Grêmio recebe o Bahia, hoje, às 19h15min, na Arena, pelas quartas de final da Copa do Brasil. E o confronto de ida diante dos baianos pode ficar marcado como a última partida de Everton com a camisa do Tricolor. Por mais que a direção do clube siga negando que haja uma proposta oficial, a venda do atacante é iminente. 

CORREIO DO POVO TRANSMITE A PARTIDA MINUTO A MINUTO A PARTIR DAS 19h15min 

Toda vez que o Cebolinha entrar em campo a partir de agora, o torcedor ficará com o sentimento de que pode estar vendo o jogo derradeiro do atleta pelo Grêmio. “Depois do jogo de quarta (hoje), eu posso falar algo, me posicionar. Creio que não é o momento para criar expectativa e ansiedade. Temos um jogo importante e quero estar em campo para ajudar”, afirmou Everton, ontem, em entrevista coletiva no CT do Grêmio. 

“Estou vivendo um momento mágico. Mudou o patamar da minha vida e da carreira. Não digo que seja o momento de sair do Grêmio. Se chegar algo que for bom para mim e o clube, vamos analisar. Se é para ir a uma Liga europeia para não jogar, só por causa de dinheiro, isso não me agrada”, garantiu. “Creio que para o Grêmio não chegou nada, conversei com pessoas ligadas a mim, não tem nada concreto”, continuou. 

Everton será o diferencial do Grêmio esta noite. Como vinha atuando pela Seleção Brasileira na Copa América, ele entrará em campo com o ritmo ideal de jogo, diferentemente dos demais. “Fiz questão de estar em campo porque estou apto a jogar, física e mentalmente estou me sentindo muito bem, venho em ritmo forte. Ainda sou jogador do Grêmio, independentemente do que venha a acontecer”, encerrou o atacante. 

O volante Maicon sofreu uma pancada no pé direito no treinamento de ontem e virou dúvida. Diego Tardelli sentiu um desconforto no trabalho de segunda-feira e não deve ter condições de atuar. Com isso, Renato Portaluppi deve confirmar Jean Pyerre no meio e Luan como o homem mais avançado no ataque, aumentando a mobilidade no setor. O Bahia, do técnico Roger Machado, tenta chegar à semifinal da Copa do Brasil pela primeira vez na sua história. 

Trunfo baiano 

No Bahia, um possível trunfo para levar vantagem sobre o Grêmio no mata-mata do torneio nacional estará à beira do gramado. É o técnico Roger Machado, que treinou a equipe gaúcha entre 2015 e 2016, e foi sucedido pelo atual comandante gremista, Renato Portaluppi. "O Roger não só treinou como também jogou no sul e sabe como mexe com o torcedor e com o clube em geral uma decisão como essa", disse o goleiro Douglas. A gente sabe que o Grêmio, jogando perto do seu torcedor, sempre vai ser forte aqui. Mas o Bahia está preparado para se mostrar grande diante do Grêmio também", emendou.

Roger terá quase todo o elenco à disposição, incluindo os recém-contratados Juninho e Guerra, que vieram de empréstimo do Palmeiras e devem começar entre os reservas. Ernando e Rogério são os únicos desfalques do time baiano, que espera manter o bom momento vivido antes da pausa das competições para a Copa América.

Entre os resultados expressivos da equipe baiana antes da paralisação das competições estão uma vitória sobre o Corinthians no Brasileirão e dois triunfos diante do São Paulo (ambos por 1 a 0) que carimbaram a passagem dos baianos para as quartas de final da Copa do Brasil. O time nordestino já encarou o Grêmio uma vez neste ano e levou a melhor: 1 a 0, em duelo da sétima rodada do Brasileiro.

Copa do Brasil 2019 - Quartas de final 

Grêmio 
Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Cortez; Rômulo (Maicon), Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre e Everton; Felipe Vizeu. Técnico: Renato Portaluppi.

Bahia
Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Elton, Flávio, Ramires; Élber, Artur e Fernandão. Técnico: Roger Machado. 

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ). 
Horário: 19h15min.
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Com informações da Agência Estado