Multidão leva Argentina a estender velório de Maradona na Casa Rosada
patrocinado por

Multidão leva Argentina a estender velório de Maradona na Casa Rosada

Medida foi tomada em virtude de fila quilométrica de fãs para ver o corpo do craque

Correio do Povo

Filas quilométricas no velório de Maradona

publicidade

Fãs do craque Diego Maradona terão mais três horas para tentar chegar próximo ao caixão do craque, na Casa Rosada, em Buenos Aires, para uma última despedida de 15 segundos. De acordo com informação do jornal argentino Clarín, cerimônia foi estendida até as 19h (horário local) devido ao número de pessoas na fila quilométrica desde as primeiras horas do dia. 

Ainda sem hora marcada, mas previsto para ocorrer ainda nesta quinta-feira, o cortejo fúnebre deve sair do palácio presidencial e percorrer as principais avenidas argentinas, de acordo com o governo. O velório do camisa 10, que morreu nessa quarta-feira, teve início as 6h da manhã.

Veja Também

A imprensa local afirma que a fila de apaixonados por Maradona já se alonga por três quilômetros. Ao todo, são esperadas 1 milhão de pessoas no velório. A disputa para passar em frente ao caixão gerou, no decorrer do dia, alguns tumultos entre a polícia e quem esperava. O mais recente deles, registrado por volta das 15h, teve bomba de gás e bloqueio de via para dispersar parte do grupo que desrespeitavam os protocolos no corredor rumo à Casa Rosada. 

Em frentão ao caixão, onde o corpo do jogador está coberto por uma bandeira, as pessoas jogam rapidamente flores, camisetas e objetos de lembrança. A aglomeração de pessoas, parte delas sem máscara, fez com que a vigilância sanitária ficasse alerta para que o evento não impacte o cenário epidemiológico do país, que já registra 1.390.375 de casos e 37.714 mortes pela Covid-19.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895