Água de açude em São Lourenço do Sul deve abastecer população por um mês

Água de açude em São Lourenço do Sul deve abastecer população por um mês

Estrutura para transpor água do açude da fazenda Capão do Engenho para o Arroio São Lourenço já está sendo montada

Por
Angélica Silveira

A água do açude foi doada pelos proprietários ao município.


publicidade

São Lourenço do Sul é mais um município que sofre com a falta de chuvas, desde o final do ano passado. Uma solução emergencial para a falta de água deve começar a funcionar a partir da próxima segunda-feira. Já está sendo montada a estrutura para transpor água do açude da fazenda Capão do Engenho para o Arroio São Lourenço.

Análises realizadas pela Corsan atestaram que a água é potável, portanto, pode ser transmitida para o arroio aonde fica a barragem que abastece o município que tem mais de 26 mil habitantes.

Conforme o prefeito Rudinei Harter, 100 famílias da zona rural estão sendo abastecidas por caminhões-pipa da Corsan. A água do açude foi doada pelos proprietários ao município. A medida tem por objetivo evitar o racionamento, aumentando o nível da barragem que está baixo devido à estiagem. “A barragem tem pouco mais de um metro e está 60 centímetros abaixo do nível normal. O açude irá nos garantir abastecimento por 30 dias. Depois, se não chover, vamos ter que pensar em outra solução”, projeta o prefeito.


Harter solicita que a população evite o desperdício, conforme o decreto que impede o uso de água para larvar calçadas, telhados e carros, por exemplos. Denúncias de desperdício de água podem ser feitas pelo telefone (53) 98424-1020.