Adoções de cães deficientes aumentam em São Leopoldo

Adoções de cães deficientes aumentam em São Leopoldo

Para o secretário de Proteção Animal, caso do cão deficiente Timtim teria sensibilizado parte da população

Por
Stephany Sander

Cacau foi uma das adotadas, a cachorrinha não possui uma das patas


publicidade

A Secretaria de Proteção Animal (Sempa) de São Leopoldo comemora o aumento da adoção de cães deficientes. Em quatro dias, dois cães amputados, um cego e outro com problemas na garganta ganharam um novo lar. Além disso, segundo o titular da pasta Anderson Ribeiro, outros dez cães adultos foram adotados desde o primeiro dia do ano. "Com certeza o caso do Tintim sensibilizou a população", afirma.


Sobre Tintim, cão deficiente abandonado duas vezes por seus antigos donos, Anderson afirma que o caso segue sob os cuidados da Sempa e o processo de entrevistas com as famílias interessadas na adoção encerrou-se na última semana em que algumas foram pré-selecionadas. Já os dois filhotes abandonados em uma caçamba de lixo na última sexta-feira seguem em tratamento médico no Canil Municipal.