Avançam tratativas pela ampliação do Hospital Dom João Becker em Gravataí

Avançam tratativas pela ampliação do Hospital Dom João Becker em Gravataí

Grupo de Trabalho é criado para angariar recursos

Fernanda Bassôa

O projeto da emergência prevê uma nova estrutura que contará com uma área de 907 metros quadrados

publicidade

Em reunião realizada entre a direção da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, que administra o Hospital Dom João Becker, em Gravataí, e a prefeitura, ficou decidido que será criado um grupo de trabalho responsável pela angariação e liberação de recursos, bem como a captação de investimentos da iniciativa privada afim de ampliar o setor de emergência e com isso aumentar o número de leitos no hospital.

A intenção do grupo hospitalar é de aumentar em 100% o número de leitos de UTI e construir uma nova estrutura para atendimento de emergência pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Para tanto, necessita de apoio da prefeitura, já que existem recursos garantidos por meio de emendas parlamentares, pendentes apenas de liberação. A previsão da direção do Dom João Becker é de que a obra de ampliação da UTI seja finalizada ainda no primeiro semestre desse ano. Já a da nova Emergência SUS tem o prazo de execução de um ano, a partir da desativação do Hospital de Campanha.

O projeto da emergência prevê a construção de uma nova estrutura que vai contar com uma área de 907 metros quadrados (mais que o dobro que a atual), 22 leitos de observação (atualmente possui oito), quatro leitos de emergência (apenas um, atualmente) e 12 poltronas para aplicação de medicamentos (hoje, seis), além de muitas outras melhorias. O custo inicial estimado é de R$ 9 milhões.

“Esses investimentos são importantes por conta da área física, que será mais qualificada, ampla, moderna e adequada às necessidades de atendimento e demandas que recebemos. Outro ponto importante é com relação ao aumento do quantitativo de atendimentos, pois historicamente os atendimentos nas emergências SUS superam a capacidade de área física. Sem falar no processo de humanização que essas melhorias também propõem”, disse o superintendente do Hospital Dom João Becker, Antônio Weston. Segundo ele, a conclusão das obras (que devem durar de sete a oito meses) e entrega da nova emergência, está prevista para 2022.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895