Bagé lança pacote de medidas para apoio ao comércio e trabalhadores prejudicados pela pandemia

Bagé lança pacote de medidas para apoio ao comércio e trabalhadores prejudicados pela pandemia

Administração Municipal tem intenção de reabrir o com

Correio do Povo

Autoridades do município participaram de live nesta quinta-feira

publicidade

O prefeito de Bagé, Divaldo Lara, acompanhado do vice-prefeito Mário Mena, do secretário de Saúde, Geraldo Gomes, agentes do governo e representantes de entidades de classe, participou de uma live nesta quinta-feira. Na oportunidade, Divaldo anunciou pontuais e novas medidas para amenizar os prejuízos causados pelo fechamento do comércio e proibição de atividades por decreto estadual.

O pacote de ações inclui isenção do IPTU por 90 dias aos estabelecimentos que tiveram que fechar pela pandemia; isenção do IPTU por 90 dias para o trabalhador comprovadamente demitido entre os meses de fevereiro a abril; isenção de taxas de alvarás dos estabelecimentos fechados; prorrogação de 90 dias das negativas dos fornecedores do município e isenção de IPTU por seis meses para imóveis de pessoas na linha de extrema pobreza, mediante cadastro confirmado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação  e Direitos do Idoso (Smasi).

Além das isenções fiscais, a equipe anunciou o fechamento de praças e avenidas nos próximos dois fins de semana. “São medidas adotadas para amenizar o sofrimento da população que está lutando há um ano inteiro contra este vírus”, ressalta Divaldo.

Na reunião também foi anunciada a intenção da Adminstração Municipal de abrir o comércio a partir de segunda-feira, após avaliação da confirmação da queda na curva de coletas e contaminados. “Vamos abrir a cidade e trabalhar com os protocolos de segurança, com forte repressão às aglomerações, principalmente à noite”, declarou o prefeito. Além  de garantir a volta do funcionamento dos setores afetados pelo fechamento, Divaldo prevê medidas duras e firmes para o feriado de Páscoa.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895