BR 116 terá 80 horas de bloqueio a partir de quinta

BR 116 terá 80 horas de bloqueio a partir de quinta

Segundo o DNIT, a interrupção total da rodovia será em São Leopoldo, no sentido Capital-Interior

Stephany Sander

As peças serão instaladas nas duas pontes em construção sobre o rio dos Sinos, no km 245 da rodovia

publicidade

A BR 116 ficará bloqueada por 80 horas no trecho do Vale do Sinos nesta semana. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) a interrupção total da rodovia será em São Leopoldo, no sentido Capital-Interior, junto à ponte sobre o rio dos Sinos, a partir das 22h desta quinta-feira até as 6h da próxima segunda-feira, dia 4 de outubro.

O local estará com sinalização ostensiva, inclusive com dispositivos noturnos, para garantir a segurança dos usuários da rodovia e dos trabalhadores. A pista do sentido Interior-Capital da BR 116 seguirá com o fluxo normal, com interrupções com sistema “pare e siga” no decorrer dos trabalhos. Em caso de ventos fortes e incidência de raios, os trabalhos serão paralisados.

Esta interdição chegou a ser anunciada para ocorrer no final de julho, mas acabou suspensa. A interdição, de 80 horas ininterruptas, será necessária para o içamento de 32 vigas pré-moldadas das novas pontes do rio dos Sinos. As peças - com 20 metros de comprimento e pesando 25 toneladas, cada uma - serão instaladas nas duas pontes em construção sobre o rio dos Sinos, no km 245 da rodovia, dando forma ao tabuleiro da pista. As estruturas integram o lote 1 das obras de melhoramentos físicos e de segurança de tráfego da BR 116, nos 38 quilômetros entre Novo Hamburgo e Porto Alegre.

Para esta operação, que irá instalar as 12 vigas restantes da ponte sentido Capital-Interior e as 20 vigas da estrutura do sentido oposto, será utilizado um guindaste Liebherr LTM 1500/550, pesando 300 toneladas. Devido às dimensões do equipamento, e à sua complexa instalação, são necessárias cerca de 10h para montar e outras 10h para desmontar.

O DNIT reforça que não será possível liberar o tráfego da pista bloqueada, sobre a ponte do rio dos Sinos, antes da conclusão do içamento. A operação contará com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Brigada Militar e dos agentes de trânsito de São Leopoldo, na orientação aos motoristas que terão como alternativa de trajeto, circular por dentro da cidade de São Leopoldo.

O DNIT elaborou, em conjunto com a Prefeitura Municipal, a PRF e o Consórcio BR 116 Norte, uma ação coordenada para o desvio do tráfego. Os motoristas que se deslocam no sentido Capital-Interior, após o viaduto sobre a avenida João Corrêa, ao chegarem no km 246,9 da rodovia devem acessar a via lateral e, na sequência, ingressar na avenida Dom João Becker. É importante ressaltar que o limite de altura dentro do município para passagem dos veículos é de 4,5 metros.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895