Canoas deve recusar novas internações
capa

Canoas deve recusar novas internações

Prefeito justifica medida por falta de leitos e medicamentos analgésicos: “Situação é grave”

Por
Correio do Povo

Conforme a Secretaria Estadual da Saúde, a cidade tem hoje 655 casos confirmados


publicidade

O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, disse nesta quinta-feira que comunicou o governo do Estado que o município está impossibilitado de receber novas internações. A situação, segundo ele, ocorre devido à alta ocupação de leitos de UTI na cidade e o baixo estoque de analgésicos. 

Busato informou que o governo do Estado, Ministério da Saúde e parlamentares gaúchos foram avisados na busca por providências. “A sociedade, a imprensa e todos precisam se unir. O momento é grave e pede convergência e atitude”, afirmou. 


Canoas viu o número de casos confirmados de Covid-19 no município praticamente dobrar em duas semanas. Conforme a Secretaria Estadual da Saúde, a cidade tem hoje 655 casos confirmados.