Canoas terá UTI móvel para transferência de pacientes graves de Covid-19 a partir deste domingo

Canoas terá UTI móvel para transferência de pacientes graves de Covid-19 a partir deste domingo

Até então, o serviço era prestado pelo Samu

Fernand Bassôa

Um dos veículos ficará na UPA Rio Branco e o outro no Hospital de Pronto Socorro

publicidade

A partir das 19h deste domingo, entram em funcionamento em Canoas, duas UTIs móveis para fazer a transferência de pacientes de Covid-19. Segundo a prefeitura, uma delas ficará na UPA Rio Branco e a outra no Hospital de Pronto Socorro (HPS). "Isso dará maior fluidez nos atendimentos externos do Samu. Com o paciente Covid, a ambulância chega a ficar duas horas ocupada, porque é preciso fazer uma higienização completa do veículo após o transporte. Com isso, o Samu estará mais disponível para atender as urgências e emergências da comunidade", explica o secretário municipal da Saúde, Maicon Lemos.

Os veículos, contratados pela atual Administração, estarão disponíveis para fazer o transporte de pacientes graves de Covid-19 que precisem ser encaminhados a leitos de UTI na cidade. Até então, esse serviço era prestado pelo Samu. As duas novas ambulâncias darão mais agilidade na transferência quando surgir leito de UTI disponível. "Elas serão a referência para a transferência desses pacientes", afirma. Nos próximos dias, a UPA Rio Branco passará a ser a unidade de pronto atendimento de referência para os pacientes com suspeita ou casos confirmados de Covid.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895