Caxias lança campanha de conscientização sobre o perigo do celular no trânsito
capa

Caxias lança campanha de conscientização sobre o perigo do celular no trânsito

De janeiro a agosto, 1,9 mil motoristas foram autuados na cidade por dirigir com o telefone

Por
Celso Sgorla

A primeira blitz aconteceu na manhã desta terça-feira


publicidade

A Escola Pública de Trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) de Caxias do Sul lançou nesta terça-feira a campanha "Celular e Trânsito: Uma Ligação Perigosa". Ao longo dos próximos meses, estão previstas ações educativas com condutores e pedestres nas ruas e em escolas, além de reforço na sinalização de trânsito. A primeira ação da campanha foi realizada pela manhã na rua Sinimbu, em frente à praça Dante Alighieri. Uma blitz educativa distribuiu materiais informativos aos condutores e pedestres. Também foram instaladas placas de trânsito alusivas à campanha em pórticos da rua Sinimbu e da Pinheiro Machado.

O gerente de Educação para o Trânsito da secretaria, Joelson Queiroz, informou que de janeiro a agosto deste ano, 1,9 mil motoristas caxienses foram autuados por dirigir utilizando, manuseando ou segurando o celular. Ele lembra que mesmo com o veículo parado no semáforo não é permitido manusear o celular. “O número é bem maior, mas é difícil constatar essa infração, então estamos trabalhando na conscientização dos motoristas”, salientou Queiroz.

A penalização para esses casos são diferentes: o uso do celular como telefone, inclusive utilizando fones de ouvido, é considerado uma infração média, com quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 130,16; para quem manuseia ou segura o aparelho, a infração é gravíssima, com multa de R$ 293,47 e sete pontos na CNH. Para os pedestres, não há punição prevista, o que torna ainda mais importante o trabalho de conscientização para a adoção de um comportamento seguro, por exemplo, ao atravessar as ruas.