Centro de Saúde será inaugurado este mês em Alvorada
capa

Centro de Saúde será inaugurado este mês em Alvorada

Negociações com o Ministério da Saúde iniciaram em 2017 em benefício da comunidade local

Por
Fernanda Bassôa

Centro de Saúde será no prédio onde funcionaria a antiga UPA

publicidade

A Prefeitura de Alvorada inaugura, no próximo dia 15, o Centro de Saúde para atendimentos intermediários. O serviço será oferecido no prédio construído pelo Governo Federal, local onde funcionaria a UPA 24 Horas. De acordo com a secretária de saúde do município, Neusa Abruzzi, o local foi readequado para atender as necessidades da população alvoradense.

Inicialmente o Centro vai funcionar de segunda à sexta-feira, com horário estendido, das 7h ás 24h, mas a ideia da Administração é oferecer os serviços também aos finais de semana. “Serão cinco consultórios e três médicos, dois enfermeiros e quatro técnicos por turno. A edificação é adequada a demanda que temos.” Neusa garante que o Centro de Saúde terá capacidade para realizar de 270 a 300 atendimentos por dia e além do atendimento ambulatorial, o local terá também um ponto do laboratório municipal, sala de acupuntura e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Concluída há quatro anos, o prédio recebeu R$ 2 milhões de investimentos do Ministério da Saúde e R$ 1 milhão do Estado, mas o local nunca chegou a funcionar. “Em 2017, diante da situação de cancelamento, fomos a Brasília para saber o que poderia ser feito. Não havia condições de devolver a verba que foi investida. Juntamente com outros prefeitos da Famurs, traçamos uma mesa de negociações. Em 2018 saiu uma Portaria dando a oportunidade de readequação dos prédios da UPA. Em janeiro de 2019 fizemos a entrega do nosso projeto com uma série de apontamentos e em novembro houve a aprovação”, explicou a secretária.

Segundo Neusa, o Centro é caracterizado como serviço intermediário porque não é atendimento de Unidade Básica de Saúde, mas também não é Hospital. “O Centro atende especialmente aquele trabalhador que chega em casa no final da tarde e que precisa consultar, por isso pensamos no horário estendido. Estamos muito felizes com esta conquista. A população de Alvorada carece desse serviço”, concluiu Neusa.