Chuvas amenizam efeitos da estiagem na região do Médio Uruguai

Chuvas amenizam efeitos da estiagem na região do Médio Uruguai

Maiores precipitações ocorreram no domingo

Agostinho Piovesan

Em Frederico Westphalen água continua sendo transportada para comunidades da zona rural

publicidade

As chuvas registradas neste domingo e na madrugada desta segunda-feira começam a recuperar o nível de água dos rios, fontes e riachos da região do Médio Uruguai. No domingo, ocorreram as maiores precipitações, com chuvas durante todo o dia que variaram de 70 a 110 milímetros em boa parte dos municípios fortemente afetados pela seca de dois meses.

O presidente da Associação dos Municípios da Zona da Produção (Amzop), prefeito de Constantina, Gerri Sawaris, disse que a chuva foi extremamente importante para iniciar a recuperação dos mananciais hídricos. “Ainda não recupera o nível normal de rios, fontes e açudes, mas a expectativa é que chova mais nos próximos dias e coloque fim na estiagem que ocasionou grandes perdas no setor agrícola”, observa.

Segundo Sawaris, é preciso mais chuvas fortes e contínuas. Ele lembra que muitas prefeituras continuam transportando água para abastecer famílias que residem em localidades do interior dos municípios.

O gerente regional da Emater de Frederico Westphalen, agrônomo Luciano Schwerz, disse que para o setor primário as precipitações são benéficas. “Infelizmente, não revertem os prejuízos na cultura do milho e do feijão primeira safra. Para os produtores de leite, frutas e soja a chuva vem em boa hora”. Ele informou que na maioria dos 42 municípios da regional da Emater as precipitações chegaram a 100 milímetros.

Defesa Civil

O major Alexandre Moreira pereira, coordenador da regional da Defesa Civil, com sede em Frederico Westphalen, afirma que a chuva começa a amenizar os problemas causados pela estiagem, mas que ainda é insuficiente para colocar um fim ao problema. “Temos 44 dos 65 municípios da regional da Defesa Civil em situação de emergência, especialmente em função do desabastecimento de água para famílias que residem na zona rural”, detalha.

O major lembra que em vários municípios as prefeituras continuam transportando água captada nas unidades da Corsan, nas cidades, para o interior dos municípios, abastecendo caixas d’água comunitárias.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895