Convênio viabiliza serviço do Hemocentro de Santa Rosa
capa

Convênio viabiliza serviço do Hemocentro de Santa Rosa

Situação financeira da casa de saúde estava insustentável

Por
Correio do Povo


publicidade

O Hemocentro de Santa Rosa completa neste mês 21 anos de atividades em setembro, prestando serviços para mais 51 cidades da região. O órgão tem, historicamente, problemas financeiros, com um déficit mensal de R$ 170 mil. A situação estava insustentável, e um contrato cofinanciamento com o Estado, assinado nesta semana, garantirá a manutenção das atividades.

A gerente, Josiane de Aquino, diz que o custo mensal é de R$ 270 mil, mas a receita é de R$ 100 mil, de recursos federais. A diferença vinha sendo bancada pelo município. Ela revela que a situação estava complicada porque o Hemocentro seria entregue ao Estado, encerrando os serviçosna região. Algumas manutenções de equipamento, que devem ocorrer a cada três ou quatro meses, segundo a Anvisa, não vinham sendo feitas, já que o custo é de R$ 20 mil mensais.

A partir de setembro, o governo estadual fará o repasse mensal de R$ 180 mil. “Com este acordo, tudo será normalizado”, diz Josiane. O valor será usado para a compra de insumos, folha de funcionários e pagamento de serviços terceirizados. 


O banco tem material suficiente para atender a demanda regional, já que a comunidade sempre foi ativa no processo de doação de sangue. As coletas ocorrem de segunda a quinta-feira, em Santa Rosa, e nas sextas são itinerantes em cidades da região.